Bum bum bum: Exposição Castelo Rá-Tim-Bum

caste1_9chk

E ontem foi o dia que eu entrei no Castelo!

O Centro Cultural do Banco do Brasil (CCBB) nos presenteou com a linda exposição sobre o Castelo Rá-Tim-Bum

Para nós nascidos entre os anos de 80 e 90 é puro amor, não é mesmo? E até para os mais novos que viram as reprises na querida TV Cultura.

Snapchat-7913759210165306772

O Castelo Rá-Tim-Bum foi transmitido pela TV Cultura entre 1994-1997 sendo o programa de maior sucesso veiculado por uma emissora pública brasileira.

O programa interligou a narrativa lúdica a um projeto inovador e com caráter educativo. O diferencial era educar divertindo e divertir educando.

IMG_9421

 

Quem lembra da imensa árvore centenária que abrigava a famosa Celeste e que ficava no saguão do castelo?

DSC_0126

E o saudoso porteiro que ficava na entrada do Castelo e só permitia que a porta se abrisse após desvendarem seus enigmas a fim de adivinhar a senha e finalmente dizer “Klift Kloft Still, a porta se abriu!”

Snapchat-2038785558119380121Snapchat-4278953235766249827DSC_0127

Sem falar no relógio, na biblioteca com o bibliotecário Gato Pintado, nos cientistas Tíbio e Perônio do laboratório do Castelo, no monstro Mau e Godofredo que viviam pelos encanamentos do Castelo.

Aaaah e o Etevaldo, o Telekid, o Ratinho dedolândia fura bolo e o Dr. Abobrinha..

DSC_0140DSC_0129DSC_0159

A oficina do Tio Victor, a Sala de música, o quarto do Nino e o da Morgana, a Sala da Lareira, o Ninho, o Lustre a Cozinha e o Jardim eram muito famosos e estavam presentes nos episódios.

Instasize_1122234900

 

Até para quem não conhece e para a nova geração de crianças esse é um programa que vale a pena!

Leve seu filho, seu sobrinho, seu afilhado, sua criança interior. Porque aquele colorido, aquele paraíso infantil de diferentes formas que talvez só existisse na sua imaginação está lá exposto te esperando para te encantar!

 

Uma pausa para toda a fofura da minha afilhada:

IMG-20151122-WA0046-01DSC_0114

Gente, está tudo lindo! Não vou contar mais se não estraga a surpresa né?

Para saber e ver tem que ir!

A exposição estará disponível até 11/01/2016

Onde: R. Primeiro de Março, 66 – Centro, Rio de Janeiro – RJ, 20010-000
(21) 3808-2020

 

 

E aí? Curtiu? Já foi? Então deixa um comentário me contando!

Quer saber mais de mim em tempo real?

Instagram: @raquelsoule

Anúncios

10 dicas de lugares para conhecer no feriado

 

E aí galera?

Parece que esses dias a chuva deu uma trégua e São Pedro vai deixar a gente se deliciar com um pouquinho de sol né?

 

Se você ainda não sabe o que fazer no feriadão aí vai algumas dicas:

 

  • Praia da Joatinga

20140208_111853

Na minha opinião é uma das mais bonitas do Rio. Um paraíso quase secreto com um visual incrível.

Onde fica: Joá – Barra da Tijuca

O acesso se dá por um condomínio localizado na Estrada do Joá.

R. Sgt. José Silva, 3621 (dentro do condomínio)

 

  • Secreto

secreto1

Ali do ladinho da Praia da Macumba e da Prainha.

Apelidada de Secreto, mas secreto já não é. É uma formação de piscina natural que ficou famosa no último verão.

 

  • Prainha

89c35205-03fe-43a7-b918-ca6b97454403

A casa dos surfistas! Quer encontrar o seu? Vai pra lá!

hahaha, brincadeira, só pra descontrair 😛

A Prainha tem um visual lindo. Dá estrada você já começa se encantar com o encontro do mar e com as montanhas.

Onde fica: Av. Estado da Guanabara, 1102 – Recreio dos Bandeirantes, Rio de Janeiro – RJ

 

  • Praia do Abricó

Imagem022

A Praia do Abricó é uma praia de nudismo, como eu já havia mencionado aqui

É muito bonita, tem umas formações rochosas na areia e no mar, permitindo cliques irados!

Onde fica: entre a Prainha e a Praia de Grumari

Av. Estado da Guanabara, 1102 – Grumari, Rio de Janeiro – RJ

 

  • Praia de Grumari

Grumari

É uma praia tranquila e família.

A água é uma delicia e dá para ficar o dia todo lá.

Onde fica: Av. Estado da Guanabara, 1102 – Grumari, Rio de Janeiro – RJ

 

  • Mirante do Leblon

6

De lá se vê desde o Arpex até a Praia do Leblon.

Tem um quiosque onde você pode ficar numa das mesas tomando uma água de coco apreciando o visual.

 

  • Por do sol no Arpex

arpoador

Se for pra ver o por do sol vem pra cá! O Arpoador é irado! Você não vai se arrepender.

Ver o sol se pondo entre os Dois Irmãos é de tirar o fôlego!

 

  • Floresta da Tijuca

cascatinha-taunay2

Quer contato com natureza? Com o verde?

Na Floresta da Tijuca você pode fazer pique nique, trilhas e tomar banho de cachoeira!

 

  • MAR

museu-de-arte-do-rio.jpg

Museu de Arte do Rio.

É novo, tem poucos anos. O terraço é irado, é em formato de ondas e a vista é a Baia de Guanabara.

Fica localizado na Praça Mauá e como lá está em obras você além de ver as exposições do Museu ainda vai poder ver as  novidades da Praça Mauá.

Onde fica: Praça Mauá, 5 – Centro, Rio de Janeiro – RJ, 20081-240

 

  • CCBB

caste1_9chk

Vamos voltar para infância?

O Castelo Rá Tim Bum aterrizou no CCBB.

Confesso a vocês que essa exposição eu ainda não vi, mas to louca para ir.

Se for, me conta!

Onde fica: Endereço: R. Primeiro de Março, 66 – Centro, Rio de Janeiro – RJ, 20010-000

 

E aí curtiu?

Quer saber mais de mim em tempo real?

 

Então me segue no instagram: @raquelsoule

 

 

PS: qualquer dúvida de como chegar nesses lugares pode comentar aqui, me mandar um e-mail ou inbox no insta :*

Pão de Açúcar, um lugar para voltar sempre!

Localizado na Urca, o Pão de açúcar compõe um dos cartões postais mais lindo do Rio!

a

O complexo composto de Morro do Pão de Açúcar, Morro da Urca e Morro da Babilônia têm como principal atração o teleférico conhecido como Bondinho do Pão de Açúcar, interligando a Praia Vermelha ao Morro da Urca e o Morro da Urca ao Pão de Açúcar.

Ficou confuso? Dá play no vídeo e vem passear comigo 😉

Idealizado em 1908 e inaugurado em 1912, o Bondinho é parte integral da paisagem carioca. É o primeiro teleférico instalado no país e o terceiro do mundo. Acredite ou não, foi construído por operários brasileiros e portugueses que tiveram que escalar as montanhas e subir pelas florestas. E se você não sabe, o primeiro bondinho era de madeira, suspenso por 8 roldanas com capacidade para apenas 17 pessoas.  Que doido né.. ainda bem que progrediu bastante nesses 100 anos!

Vir ao Rio e não passar por lá é um pecado, ser carioca e nunca ter ido lá é pecado maior ainda! A vista é absurda de tão linda.

Lendas

Existe uma lenda que conta que pode-se ver no Pão de Açúcar a silhueta de um ancião chamado Guardião da Pedra, este seria São Pedro abraçando a pedra, e esta, representa a igreja.

Às 11 horas podemos avistar uma sombra na cavidade da pedra, formando a silhueta de um pássaro pernalta, chamado Íbis do Pão de Açúcar. Na mitologia egípcia há uma imagem da humanidade como um gigante deitado tendo aos pés, acorrentada, a Íbis, o pássaro sagrado do Egito.
Como o relevo carioca visto do oceano apresenta a silhueta de um gigante deitado – onde o queixo é a Pedra da Gávea, o tronco é o Maciço da Tijuca e o pé é o Pão de Açúcar – nasceu a versão de que egípcios teriam estado no Rio muito antes do nascimento de Cristo e se inspirado no gigante deitado das montanhas cariocas para conceber a sua imagem mitológica. Nesse caso, teriam sido os antigos egípcios os primeiros turistas vindos ao Brasil.

Será? rs

Origem do Nome

Existem várias versões, porém a mais contada é a seguinte:

Batizado assim pelos portugueses que cultivavam cana-de-açúcar no Brasil (século XVI e XVII). Após a cana ser espremida e o caldo fervido e apurado, os blocos de açúcar eram colocados em uma forma de barro cônica denominada pão de açúcar.
O penedo teve ao correr do tempo, cronologicamente, os seguintes nomes:
“Pau-nh-açuquã” da língua Tupi, significando “morro alto, isolado e pontudo”;

“Pot de beurre” dado pelos franceses invasores da primeira leva;

“Pão de Sucar” dado pelos primeiros colonizadores portugueses;

“Pot de Sucre” dado pelos franceses invasores da segunda leva.

E segundo a anterior ortografia da Língua Portuguesa, “Pão de Assucar”, pois é, era com ss.

O Passeio de Bondinho

Permite um visual 360º do Rio, podendo avistar as praias do Leme, Copacabana, Ipanema, Flamengo, Leblon; Pedra da Gávea, o maciço da Tijuca e o Corcovado, com a imagem do Cristo Redentor; Baía da Guanabara, com a enseada de Botafogo; centro da Cidade; Aeroporto Santos Dumont; Ilha do Governador; Niterói; Ponte Rio- Niterói; e, ao fundo a Serra do Mar, com o pico “Dedo de Deus”.

Mapa interativo                             Áreas do Parque

Quando ir

Se quiser caprichar na foto e não quiser esbarrar em muita gente, evite feriados e domingos, a final esse é um dos pontos turísticos mais visitados do Rio. Impossível não ter um gringo lá qualquer dia que seja.

Mas se você só pode ir um desses dias, vá bem cedinho e depois aproveite o dia pela Urca, tem bons restaurantes, barzinhos, lanchonetes. Ou estica um pouco e segue pra Copacabana, etc.

Comes e Bebes

Lá não faltam lanchonetes e lojinhas. Óbvio que a preço turístico né, mas tem Rei do Mate pra salvar a galera.
Se quiser um suquinho passa na República da Fruta, é excelente, eu amo s2!

Agora se você quer fazer o chiquê e desfrutar de um bom vinho com um cardápio mais refinado tem o Restaurante Cota 200.

Como chegar

Av. Pasteur, 520 – Urca
Joga no Waze que vai certinho, chegando na entrada da Praia Vermelha / IME é só procurar onde estacionar (fim de semana e feriado é complicado né).

Dá pra subir de bondinho ou de trilha até o Morro da Urca (vou contar no próximo post, fica ligado).  Se você for mais radical pode subir de rapel!

Já pro Pão de Açúcar só de bondinho. Compre seu ingresso no terminal da Praia Vermelha ou online.

Tarifas

Adultos – R$ 62,00
Crianças menores de 06 anos – Grátis
Crianças de 06 a 12 anos – R$ 31,00*
Jovens de 13 a 21 anos – R$ 31,00* (mediante documento de identidade)
*desconto não cumulativo

Idosos (a partir de 60 anos) – R$ 31,00 **

** Lembre de levar um comprovante. Por que infelizmente mesmo que você aparente ser idoso eles cobram a documentação. Presenciei a cara de pau de uma atendente exigindo o documento de uma senhorinha que tava na cara que já tinha passado dos 60, sendo que a mesma estava sem documentação e teve que pagar preço inteiro.

Meu olhar

Não tenho como descrever a sinestesia que sinto ao ir nesse lugar. É absurda a beleza do Rio, sendo possível admira-la em diferentes ângulos e horários.

Dá pra ver que eu gosto muito né? A final, a imagem de destaque do blog é uma foto com a vista lá de cima =)

A união hora-tempo faz com que seja uma caixinha de surpresa sua ida até lá.

Vale muito a pena!

Curtiu? Já foi lá? Deixa um comentário contando pra gente!

Quer saber mais das minhas andanças em tempo real?

Então segue no instagram @raquelsoule

PS:

Fala aí pessoal! Não esqueci do blog, é que o tempo no Rio não tem ajudado muito.

Mas o verão tá chegando e vamos ter muito do que falar! bjs :*