Grécia: Ios & Mykonos

Continuando a trip, partimos para Ios.

Fomos de ferry (catamarã) e levamos 10 HORAS, SIM, 10 HORAS para chegar. Saímos de Atenas em torno das 14 horas e chegamos em Ios meia noite! Já não agüentava mais não ter o que fazer em alto mar, jogamos carteado, tocamos e cantamos músicas, dormimos, comemos, mas por um momento já não tinha mais o que fazer.

Mas sorria, estamos na Grécia!

img_0492

IOS

Desembarcamos no porto de Ios meia noite, um transfer do nosso `beach club`nos aguardava e seguimos até lá. Ficamos no Far out camping and beach club.

img_0567

Na manhã seguinte fomos para o centrinho de Ios, chama-se Chora. A ilha é pequena e desta forma o serviço de transporte público não é dos maiores. A maioria dos hotels e cia ficam na mesma estrada, assim passam ônibus de viagem que fazem o trajeto de lá ao centro e custa menos de 2 euros.

IMG_0588.jpg

O centrinho é pequeno, subindo tem as casinhas brancas, onde residem pessoas, lojas e boates. Subimos o máximo que pudemos, chegando ao topo de uma igrejinha, tivemos uma vista única de Ios.

IMG_0589.jpg

Depois de aproveitar a vista maravilhosa, descemos e almoçamos em um restaurante perto da rua principal (onde tem a parada de ônibus). Destaque para uma creperia chamada Nuteleria, SIM, muitos crepes de sabores diversos com Nutella, não pude resistir!

Na volta aproveitamos a piscina e a praia em frente, chama-se Mylotopas.

Águas claras, mas não as mais claras que já estive. Tem cadeiras e espreguiçadeiras na praia, a vista do mar e das montanhas junto às casinhas brancas é uma graça!

Na segunda manhã tínhamos planejado ir a uma das praias mais famosas de Ios, chamada Agia Theodoti, porém, como eu disse, o serviço de transporte público não é dos melhores, o trajeto é feito por mini van e tem horário, quando passou em nosso ponto já estava lotada. Mudanca de planos, esperamos por outro horário para irmos a outra praia, esta chamada Koumbara.

Adivinhem só, o trajeto é feito pela mesma mini van e motorista rs

No caminho, a mini van passa por outras praias e uma delas chamada Santa Maria, achei bem lindinha também, fica a dica.

Koumbara é linda, um visual diferente entre água e pedras, as águas não são claras e o mar não me agradou muito. Porém, a vista é bem bonita.

Tem um único restaurante, muito lindinho, o que permite almoçar com uma vista única em Ios. Os preços não são os melhores, aquela velha história né, lei da oferta e da  procura, sem concorrência no local, podem por o preço que querem.

Fora o restaurante não há outro lugares para alimentação. Então ta liberado levar água e comidinhas, lembrando, claro, de coletar seu lixo.

Ah! Tem espreguiçadeiras e guarda sol, para clientes.

Mais uma manhã em Ios, mais uma tentativa de ir na Agia Theodoti. Enquanto não dava o horário da van, aproveitamos a piscina.

Lá vem a mini van, finalmente conseguimos vaga (em pé, que medo). O trajeto percorre outro lado de Ios, sobe por montanhas, onde haviam cabrinhas pela estrada. Vista linda.

IMG_0636.jpg

Chegando a praia, também tinham espreguiçadeiras e guarda sol. 7 euros, duas espreguiçadeiras e a sombra.

A praia é um tanto deserta, pouquíssimas pessoas, até porque o acesso é mais complicadinho.

Água cristalina e uma mistura de tons de azul. Amei! Não deixem de ir em Theodoti.

Algumas noites saímos para as baladinhas gregas, mas sinceramente, nada se compara as baladas brasileiras. NADA DEMAIS! Talvez por ser fim de temporada, mas estavam vazias. São muitas e uma do lado da outra, a maioria não paga pra entrar, o que permite conhecer todas e escolher a que mais simpatizar. Além disso, shots a 1 euro e para mulheres, as vezes, até de graça!

MYKONOS

Saímos de Ios pela manhã rumo a Mykonos. Mais uma vez de ferry, porém menos horas de viagem, pouco mais de 2 horas.

No porto também nos aguardava um transfer de onde nos hospedamos, mais um beach club, o Paraga beach club que está em frente a praia Paranga.

IMG_0731.jpg

Brasileiro é aquela história né, se ouve português já diz Oi! Assim, conhecemos duas meninas, uma brasileira e uma espanhola. Depois que fizemos check-in fomos conhecer uma outra praia, a Psarou, que fica para a direita de Paranga.

O caminho até lá (praticamente uma reta) beira outras praias o que nos permitiu admirar Mykonos e fazer algumas fotos em diferentes pontos.

IMG_0681.jpg

Essas praias tem uns restaurantes mais chics, espreguiçadeiras e sombra também para os clientes ou quem queira pagar a parte o absurdo de 15 euros.

Psarou também é linda e águas cristalinas onde tivemos o privilegio de ver alguns cadurmes.

IMG_0702.jpg

A noite procuramos por baladinha, mas aquela mesma coisa, NADA DEMAIS! Tinha até uma rolando, bem chiczinha, mas quando chegamos fomos barrados no baile porque já estava cheio.

Fomos para Paradise, praia onde tem uns barzinhos com música, DJ.

Não me agradou, principalmente pelo fato de umas meninas loucas estarem dançando e se insinuando pra homens que trabalhavam no bar e estes por sua vez se aproveitaram da situação e inclusive rasgavam as blusas destas queridas meninas. Observei uma outra menina, lúcida, relamando com o segurança o que se passa e este CLARO, não fez NADA

Mas, não vim polemizar, voltemos ao que interessa..

Manhã seguinte aproveitamos a piscina e a Paranga. Pós almoço (em Mykonos sempre comemos dentro do beach club, onde tinha várias opções e comida boa), por volta de 16 horas seguimos para o lado esquerdo da Paranga, onde está a Paradise.

IMG_0733.jpg

Curtimos a praia e aproveitamos o bar chamado Guapa Loca. Eu ameeeeeei. Dançamos muito.

Destaque para o cara que fica ao microfone chamando a galera pra dança e dançando no  `palco`, um CARIOCA que logo percebeu que eu e minha colega éramos brasileiras e claro, estávamos em casa. O Funk carioca e o Reggeaton  estavam presentes e fomos sucesso na dança rs.

Ambiente muito bom, muito engraçado ver o esforço dos gringos e destaque para os coreanos tentando dançar musica latina. Estão de parabéns pela perseverança.

IMG_0757.jpg

Por volta de 20:00 horas rola um break, hora de ir tomar banho, comer e a seguir continuar a noitada. O objetivo era voltar pro Guapa Loca, mas o cansaço não deixou, na manhã seguinte era hora de deixar Mykonos.

Eu gostei muito mais de Mykonos que de Ios, como já tinha outros vôos planejados não pude ficar mais tempo, mas adoraria ter ficado mais. Já quero voltar!

Gostou?

Já esteve por lá? Deixa um comentário contando o que achou.

Quer me acompanhar em tempo real?

Segue @raquelsoule

 

Conexão Rio – Grécia: Atenas

Quem é vivo sempre aparece e eu tô vivinha para contar novidades por aqui e dar novas dicas.

Estava sumida devido a necessidade de resolver coisas grandes, peguei uma ponte aérea e me mudei do Rio para Valencia (Espanha), vim fazer intercâmbio e agora que estou aqui, o blog terá também dicas européias =)

So, here we go..

IMG_0425.jpg

 

Estou simplesmente encantada com os lugares que conheci passei por três países em 18 dias, Croácia, Grécia e Espanha, dentre os quais conheci diferentes cidades.

Começarei falando da Grécia, onde fui para Atenas e para as ilhas de Ios e Mykonos.

A Grécia era um sonho que eu tinha e continua sendo pois ainda tem outras ilhas que desejo conhecer, como Santorini, Zakyntos e Creta. Entretanto, fiquei um pouco decepcionada, talvez porque a expectativa era muito grande e porque antes de ir para Grécia fui para Croácia, que superou todas as expectativas e é simplesmente I N C R Í V E L !

ATENAS

Capital da Grécia, centro de tudo, é onde se encontra toda a mitologia grega.

Saímos do aeroporto e compramos um ticket de metro (10 eur) que nos levaria até o centro, onde está situado hostel (Zeus) que ficamos.  Foram uns 40 minutos até lá.

Pela internet “bookamos” um FREE walking tour (jogue no Google) que sairia as 09:45 do dia seguinte perto do Templo de Zeus.  Além de ser gratuito, você ainda pode escolher entre Espanhol ou Inglês.

 

Chegamos ao ponto de encontro e lá estava o guia, anotou nossos nomes e pouco depois iniciamos  tour. Em grupo passamos por diversos pontos como: Templo de Zeus, Parlamento grego, Museu arqueolóogico de Atenas, …, até chegar ao topo onde está a Acrópoles.

img_0459
Museu
img_0463
Estádio
img_0453
Catedral

img_0406img_0405img_0404

img_0392
Museu

Em cada ponto o guia parava e explicava um pouco da história de cada lugar.

Diante do Parlamento se pode ainda tirar fotos com os guardas, os chamados Evzones

img_0449

Também foi interessante saber que na Grécia o governo cuida dos cães que aparecem pelas ruas, eles cuidam dos animais, os tratam e colocam coleiras com identificação.

Ao fim, quem quis, pode dar uma gorjeta para o guia, por sinal muito simpático e seguir passeio dentro da Acrópoles, etc.

A tecnologia nos permitiu contabilizar no telefone o quanto andamos neste dia e foram 27 km (o dia todo do qual a maior parte foi sim a Acrópoles, pois saímos de lá umas 20:00)

Para entrar nos pontos turísticos deve-se comprar um ticket na bilheteria da Acrópoles.

O valor para o ticket que dá direito a entrada em tudo é 30 eur.

Estudantes pagam 15 eur. Estudantes europeus não pagam nada.

E com certeza existe valores reduzidos ou gratuitos para determinadas idades e outros.

Além disso, esse ticket vale por 5 dias, o que permite conhecer tudo com calma já que é bem grande e também nos da o conforto de sair para almoçar.

 

img_0424

Estar dentro da Acrópoles, diante dos templos e perto de toda a história que se passou por ali é fascinante.  Como não ficar deslumbrada nesse lugar?

São construções grandiosas que nos remetem aos anos em que tudo se passou.

De lá se tem uma vista única de Atenas e ver o por do sol lá de cima também é algo incomparável.

img_0470img_0438

 

É bom estar com sapatos confortáveis e roupas adequadas à temperatura do dia, se alimentar bem e beber bastante água.

 

Atenas é o lugar mais barato dos quais conheci na Grécia, o centro da cidade não é nada bonito e de noite até um pouco estranho, por ruas escuras e pouco movimentadas, o movimento fica mesmo cerca da Acrópoles e estação de metrô.

Foi o melhor lugar para comprar souvenir, preços bons e muitas variedades.

Tem uma rua chamada “Adriano” que conta com muitas lojas dentre souvenir, roupas e comida.

 

Comer em Atenas é bem barato. E o que mais se vê é um prato chamado pitagyros, como se fosse um kebab, além desse também é comum ver outro prato, como se fosse nosso churrasquinho misto, que vem com variadas carnes, frango e pão.

img_0679

Em todos os restaurantes que fui os atendentes foram muito bem educados e se preocuparam se tudo estava nos conformes e ao agrado do cliente, além disso, sempre serviam uma jarra de água gelada gratuitamente.

 

 

O planejado para o segundo dia seria conhecer o museu por dentro, entretanto, adiantamos nosso ferry para Ios e, por isso, não deu tempo.

Para não ficar cansativo, vou dividir a Grécia em dois posts e no próximo post contarei todos os detalhes de Ios e Mykonos para vocês.

 

Gostou?

Para me acompanhar em  tempo real, segue @raquelsoule

Já esteve por lá? Conta aqui como foi!