Conexão Rio – Grécia: Atenas

Quem é vivo sempre aparece e eu tô vivinha para contar novidades por aqui e dar novas dicas.

Estava sumida devido a necessidade de resolver coisas grandes, peguei uma ponte aérea e me mudei do Rio para Valencia (Espanha), vim fazer intercâmbio e agora que estou aqui, o blog terá também dicas européias =)

So, here we go..

IMG_0425.jpg

 

Estou simplesmente encantada com os lugares que conheci passei por três países em 18 dias, Croácia, Grécia e Espanha, dentre os quais conheci diferentes cidades.

Começarei falando da Grécia, onde fui para Atenas e para as ilhas de Ios e Mykonos.

A Grécia era um sonho que eu tinha e continua sendo pois ainda tem outras ilhas que desejo conhecer, como Santorini, Zakyntos e Creta. Entretanto, fiquei um pouco decepcionada, talvez porque a expectativa era muito grande e porque antes de ir para Grécia fui para Croácia, que superou todas as expectativas e é simplesmente I N C R Í V E L !

ATENAS

Capital da Grécia, centro de tudo, é onde se encontra toda a mitologia grega.

Saímos do aeroporto e compramos um ticket de metro (10 eur) que nos levaria até o centro, onde está situado hostel (Zeus) que ficamos.  Foram uns 40 minutos até lá.

Pela internet “bookamos” um FREE walking tour (jogue no Google) que sairia as 09:45 do dia seguinte perto do Templo de Zeus.  Além de ser gratuito, você ainda pode escolher entre Espanhol ou Inglês.

 

Chegamos ao ponto de encontro e lá estava o guia, anotou nossos nomes e pouco depois iniciamos  tour. Em grupo passamos por diversos pontos como: Templo de Zeus, Parlamento grego, Museu arqueolóogico de Atenas, …, até chegar ao topo onde está a Acrópoles.

img_0459
Museu
img_0463
Estádio
img_0453
Catedral

img_0406img_0405img_0404

img_0392
Museu

Em cada ponto o guia parava e explicava um pouco da história de cada lugar.

Diante do Parlamento se pode ainda tirar fotos com os guardas, os chamados Evzones

img_0449

Também foi interessante saber que na Grécia o governo cuida dos cães que aparecem pelas ruas, eles cuidam dos animais, os tratam e colocam coleiras com identificação.

Ao fim, quem quis, pode dar uma gorjeta para o guia, por sinal muito simpático e seguir passeio dentro da Acrópoles, etc.

A tecnologia nos permitiu contabilizar no telefone o quanto andamos neste dia e foram 27 km (o dia todo do qual a maior parte foi sim a Acrópoles, pois saímos de lá umas 20:00)

Para entrar nos pontos turísticos deve-se comprar um ticket na bilheteria da Acrópoles.

O valor para o ticket que dá direito a entrada em tudo é 30 eur.

Estudantes pagam 15 eur. Estudantes europeus não pagam nada.

E com certeza existe valores reduzidos ou gratuitos para determinadas idades e outros.

Além disso, esse ticket vale por 5 dias, o que permite conhecer tudo com calma já que é bem grande e também nos da o conforto de sair para almoçar.

 

img_0424

Estar dentro da Acrópoles, diante dos templos e perto de toda a história que se passou por ali é fascinante.  Como não ficar deslumbrada nesse lugar?

São construções grandiosas que nos remetem aos anos em que tudo se passou.

De lá se tem uma vista única de Atenas e ver o por do sol lá de cima também é algo incomparável.

img_0470img_0438

 

É bom estar com sapatos confortáveis e roupas adequadas à temperatura do dia, se alimentar bem e beber bastante água.

 

Atenas é o lugar mais barato dos quais conheci na Grécia, o centro da cidade não é nada bonito e de noite até um pouco estranho, por ruas escuras e pouco movimentadas, o movimento fica mesmo cerca da Acrópoles e estação de metrô.

Foi o melhor lugar para comprar souvenir, preços bons e muitas variedades.

Tem uma rua chamada “Adriano” que conta com muitas lojas dentre souvenir, roupas e comida.

 

Comer em Atenas é bem barato. E o que mais se vê é um prato chamado pitagyros, como se fosse um kebab, além desse também é comum ver outro prato, como se fosse nosso churrasquinho misto, que vem com variadas carnes, frango e pão.

img_0679

Em todos os restaurantes que fui os atendentes foram muito bem educados e se preocuparam se tudo estava nos conformes e ao agrado do cliente, além disso, sempre serviam uma jarra de água gelada gratuitamente.

 

 

O planejado para o segundo dia seria conhecer o museu por dentro, entretanto, adiantamos nosso ferry para Ios e, por isso, não deu tempo.

Para não ficar cansativo, vou dividir a Grécia em dois posts e no próximo post contarei todos os detalhes de Ios e Mykonos para vocês.

 

Gostou?

Para me acompanhar em  tempo real, segue @raquelsoule

Já esteve por lá? Conta aqui como foi!

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s