Isla de Mallorca – paraíso espanhol

Aaaaah o que falar de Mallorca?

Simplesmente INCRÍVEL! Eu fiquei apaixonada e não vejo a hora de voltar para esse paraíso, sim, um paraíso.

Sabem aquelas fotos do Google que a gente não acredita que é real de tamanha perfeição? Aquelas fotos de um lugar paradisíaco para usar como plano de fundo no desktop? Acredite, as de Mallorca são reais!

O mar é cristalino, um azul incomparável!

“ Maiorca (em catalão castelhano Mallorca) é a maior ilha do arquipélago das Ilhas Baleares localizado a leste da Espanha e sua maior cidade e capital é Palma de Maiorca.”

Desembarquei no aeroporto de Palma de Mallorca a noite, o aeroporto é maior do que eu esperava. Ao sair comprei um ticket para ônibus que me levaria ao centro de Palma, custou 5 euros.

Havíamos feito reserva em um hostel no centro de Palma. É uma boa localização, a final é o centro, tem tudo, mercado, lojas e é onde está situada a deslumbrante catedral de Mallorca.

Ficamos no Central Palma Youth Hostel. O hostel não foi o pior que já fiquei, mas também não foi o melhor. Infelizmente tivemos problemas com a administração, fizemos reserva em quarto de 4 camas feminino (éramos 4 meninas) ao chegar la nem se quer existia quarto de 4. Apenas quartos mistos de 10 camas ou quarto feminino de 6 camas, sendo que só havia 2 camas livres nesse quarto de 6. Poucos banheiros para a quantidade de quartos e não tiravam o lixo e recolocavam papel com a freqüência necessária.

Muitas pessoas se hospedam também em Arenal e Magaluf (onde tem as festas).

A ilha é muito grande sendo necessário alugar um carro para chegar às praias mais incríveis. É importante também acordar cedo, dependendo do seu ritmo e de quantos dias você dispõe para conhecer a ilha. Existe transporte público, entretanto, os ônibus não vão nas praias mais distantes.

Dividimos o mapa por zonas e botamos cada zona para um dia de viagem, desta forma fizemos o seguinte roteiro:

Primeiro dia: Sa Calobra, Torrent de Parreis, Valldemossa.

Segundo dia: Cala Esmeralda, Cala Mondragó, S`Almunia, Cala del Moro, És trenc.

Terceiro dia: Platja de Muro, Cala Barques, Cala Clara, Magaluf.

Quarto dia: Centro de Palma de Mallorca.

 

No primeiro dia pegamos uma estrada muuuuuuito louca, uma estrada entre as montanhas com muitas curvas. Quando olhava pro GPS me sentia em um videogame. Bateu aquele frio na barriga e tudo deu certo, saímos vivos, rs. Demoramos ainda mais pra chegar no nosso destino porque a estrada tem cada ponto e mirantes lindos. A cada curva a gente queria parar para tirar umas fotos e apreciar a vista.

viagem_10_image_16.png

 

 

Sa calobra e Torrent de Parreis estão praticamente ao lado uma da outra.

Em Sa Calobra o mar é incrível, claro e calmo, mas cuidado, o que não falta é água viva por lá.

Além disso, Sa Calobra tem um mini porto, mini mesmo, então tem sempre uma barca chegando com uma galera.

 

Caminhando até Torrent de Parreis, temos uma visão do alto desse mar maravilhoso e até chegar a Torrent se passa por uns túneis dentro de uma rocha.

 

Valldemossa é uma cidadezinha histórica com construções antigas e muitos restaurantes. Aqui as coisas são um pouco mais caras, vale a pena passar para conhecer o lugar.

DSC_0257.jpg

No segundo dia saímos bem cedo, esse era o dia das praias mais incríveis!

Cala Esmeralda está situada em uma região hoteleira, chegamos até ela por acaso, é pequena, todavia incrível, água calma, clara e agradável.

 

Cala Mondragó, S`Almunia, Cala del Moro eu não tenho nem o que dizer, são simplessmente incríveis, maravilhosas, as fotos não demonstram nem 1/5 da beleza desses lugares.

Minhas preferidas ficaram por conta de S`Almunia e Cala del Moro, as duas estão pertos, depois de estacionar o carro você caminha até um portaozinho e vai descendo por um caminho de mata aberta.

Em S`Almunia muitas pessoas estavam pulando do alto das pedras, havia umas pedras que formavam como uma piscina. Água cristalina e muitos peixinhos.

DSC_0371.jpg

És Trenc é uma praia comum, se você não tiver muito tempo nem perca seu tempo indo lá.

Terceiro dia

Platja de Muro faz idem a És Trenc, essas duas praias chegam a ser `feias`perto das outras. É que elas são comuns, não são paradisíacas. Porém, eu tive a oportunidade de ver estrela do mar nessa praia. Ela parece uma lagoa, porem com água cristalina, você anda anda e anda pra dentro do mar e a água continua na sua cintura.

Cala Barques e Cala Clara estão também praticamente uma do lado da outra, separadas, infelizmente, por um hotel. De Cala Barques você pode ver uma montanha/roccha entrando em contato com o mar, é simplesmente um visual de tirar o fôlego.

Cala Clara é bem pequena, mas com uma água maravilhosa, eu não queria sair da água, uma delicia!

Magaluf é onde tem as festas e baladas (para todos os gostos). Lá a diversao começa cedo, então esteja por lá por volta de 20/21 horas da noite.

Sem muito o que falar sobre o lugar, é uma rua com muitas discotecas, muitos homens/mulheres irão te abordar fazendo propagando da sua discoteca e fazendo a melhor oferta de bebidas, é só escolher o que você achar melhor.

Ultimo dia, centro histórico de Palma de Mallorca.

Caminhamos pelo centro em busca de souvenir, conhecemos a catedral e a praia.

IMG_1020.jpg

 

Dica: nem todas as calas/praias tem infra-estrutura então é bom levar um lanchinho, as vezes tem um restaurante ou outro.

Foi lindo, eu amei, se ja esteve em Mallorca conta aqui como foi!

Quer saber mais sobre mim e me acompanhar em tempo real?

Segue @raquelsoule

Beijoooos, em breve venho contar pra voces sobre Croácia, Barcelona, Alicante e Benidorm