Isla de Mallorca – paraíso espanhol

Aaaaah o que falar de Mallorca?

Simplesmente INCRÍVEL! Eu fiquei apaixonada e não vejo a hora de voltar para esse paraíso, sim, um paraíso.

Sabem aquelas fotos do Google que a gente não acredita que é real de tamanha perfeição? Aquelas fotos de um lugar paradisíaco para usar como plano de fundo no desktop? Acredite, as de Mallorca são reais!

O mar é cristalino, um azul incomparável!

“ Maiorca (em catalão castelhano Mallorca) é a maior ilha do arquipélago das Ilhas Baleares localizado a leste da Espanha e sua maior cidade e capital é Palma de Maiorca.”

Desembarquei no aeroporto de Palma de Mallorca a noite, o aeroporto é maior do que eu esperava. Ao sair comprei um ticket para ônibus que me levaria ao centro de Palma, custou 5 euros.

Havíamos feito reserva em um hostel no centro de Palma. É uma boa localização, a final é o centro, tem tudo, mercado, lojas e é onde está situada a deslumbrante catedral de Mallorca.

Ficamos no Central Palma Youth Hostel. O hostel não foi o pior que já fiquei, mas também não foi o melhor. Infelizmente tivemos problemas com a administração, fizemos reserva em quarto de 4 camas feminino (éramos 4 meninas) ao chegar la nem se quer existia quarto de 4. Apenas quartos mistos de 10 camas ou quarto feminino de 6 camas, sendo que só havia 2 camas livres nesse quarto de 6. Poucos banheiros para a quantidade de quartos e não tiravam o lixo e recolocavam papel com a freqüência necessária.

Muitas pessoas se hospedam também em Arenal e Magaluf (onde tem as festas).

A ilha é muito grande sendo necessário alugar um carro para chegar às praias mais incríveis. É importante também acordar cedo, dependendo do seu ritmo e de quantos dias você dispõe para conhecer a ilha. Existe transporte público, entretanto, os ônibus não vão nas praias mais distantes.

Dividimos o mapa por zonas e botamos cada zona para um dia de viagem, desta forma fizemos o seguinte roteiro:

Primeiro dia: Sa Calobra, Torrent de Parreis, Valldemossa.

Segundo dia: Cala Esmeralda, Cala Mondragó, S`Almunia, Cala del Moro, És trenc.

Terceiro dia: Platja de Muro, Cala Barques, Cala Clara, Magaluf.

Quarto dia: Centro de Palma de Mallorca.

 

No primeiro dia pegamos uma estrada muuuuuuito louca, uma estrada entre as montanhas com muitas curvas. Quando olhava pro GPS me sentia em um videogame. Bateu aquele frio na barriga e tudo deu certo, saímos vivos, rs. Demoramos ainda mais pra chegar no nosso destino porque a estrada tem cada ponto e mirantes lindos. A cada curva a gente queria parar para tirar umas fotos e apreciar a vista.

viagem_10_image_16.png

 

 

Sa calobra e Torrent de Parreis estão praticamente ao lado uma da outra.

Em Sa Calobra o mar é incrível, claro e calmo, mas cuidado, o que não falta é água viva por lá.

Além disso, Sa Calobra tem um mini porto, mini mesmo, então tem sempre uma barca chegando com uma galera.

 

Caminhando até Torrent de Parreis, temos uma visão do alto desse mar maravilhoso e até chegar a Torrent se passa por uns túneis dentro de uma rocha.

 

Valldemossa é uma cidadezinha histórica com construções antigas e muitos restaurantes. Aqui as coisas são um pouco mais caras, vale a pena passar para conhecer o lugar.

DSC_0257.jpg

No segundo dia saímos bem cedo, esse era o dia das praias mais incríveis!

Cala Esmeralda está situada em uma região hoteleira, chegamos até ela por acaso, é pequena, todavia incrível, água calma, clara e agradável.

 

Cala Mondragó, S`Almunia, Cala del Moro eu não tenho nem o que dizer, são simplessmente incríveis, maravilhosas, as fotos não demonstram nem 1/5 da beleza desses lugares.

Minhas preferidas ficaram por conta de S`Almunia e Cala del Moro, as duas estão pertos, depois de estacionar o carro você caminha até um portaozinho e vai descendo por um caminho de mata aberta.

Em S`Almunia muitas pessoas estavam pulando do alto das pedras, havia umas pedras que formavam como uma piscina. Água cristalina e muitos peixinhos.

DSC_0371.jpg

És Trenc é uma praia comum, se você não tiver muito tempo nem perca seu tempo indo lá.

Terceiro dia

Platja de Muro faz idem a És Trenc, essas duas praias chegam a ser `feias`perto das outras. É que elas são comuns, não são paradisíacas. Porém, eu tive a oportunidade de ver estrela do mar nessa praia. Ela parece uma lagoa, porem com água cristalina, você anda anda e anda pra dentro do mar e a água continua na sua cintura.

Cala Barques e Cala Clara estão também praticamente uma do lado da outra, separadas, infelizmente, por um hotel. De Cala Barques você pode ver uma montanha/roccha entrando em contato com o mar, é simplesmente um visual de tirar o fôlego.

Cala Clara é bem pequena, mas com uma água maravilhosa, eu não queria sair da água, uma delicia!

Magaluf é onde tem as festas e baladas (para todos os gostos). Lá a diversao começa cedo, então esteja por lá por volta de 20/21 horas da noite.

Sem muito o que falar sobre o lugar, é uma rua com muitas discotecas, muitos homens/mulheres irão te abordar fazendo propagando da sua discoteca e fazendo a melhor oferta de bebidas, é só escolher o que você achar melhor.

Ultimo dia, centro histórico de Palma de Mallorca.

Caminhamos pelo centro em busca de souvenir, conhecemos a catedral e a praia.

IMG_1020.jpg

 

Dica: nem todas as calas/praias tem infra-estrutura então é bom levar um lanchinho, as vezes tem um restaurante ou outro.

Foi lindo, eu amei, se ja esteve em Mallorca conta aqui como foi!

Quer saber mais sobre mim e me acompanhar em tempo real?

Segue @raquelsoule

Beijoooos, em breve venho contar pra voces sobre Croácia, Barcelona, Alicante e Benidorm

 

Grécia: Ios & Mykonos

Continuando a trip, partimos para Ios.

Fomos de ferry (catamarã) e levamos 10 HORAS, SIM, 10 HORAS para chegar. Saímos de Atenas em torno das 14 horas e chegamos em Ios meia noite! Já não agüentava mais não ter o que fazer em alto mar, jogamos carteado, tocamos e cantamos músicas, dormimos, comemos, mas por um momento já não tinha mais o que fazer.

Mas sorria, estamos na Grécia!

img_0492

IOS

Desembarcamos no porto de Ios meia noite, um transfer do nosso `beach club`nos aguardava e seguimos até lá. Ficamos no Far out camping and beach club.

img_0567

Na manhã seguinte fomos para o centrinho de Ios, chama-se Chora. A ilha é pequena e desta forma o serviço de transporte público não é dos maiores. A maioria dos hotels e cia ficam na mesma estrada, assim passam ônibus de viagem que fazem o trajeto de lá ao centro e custa menos de 2 euros.

IMG_0588.jpg

O centrinho é pequeno, subindo tem as casinhas brancas, onde residem pessoas, lojas e boates. Subimos o máximo que pudemos, chegando ao topo de uma igrejinha, tivemos uma vista única de Ios.

IMG_0589.jpg

Depois de aproveitar a vista maravilhosa, descemos e almoçamos em um restaurante perto da rua principal (onde tem a parada de ônibus). Destaque para uma creperia chamada Nuteleria, SIM, muitos crepes de sabores diversos com Nutella, não pude resistir!

Na volta aproveitamos a piscina e a praia em frente, chama-se Mylotopas.

Águas claras, mas não as mais claras que já estive. Tem cadeiras e espreguiçadeiras na praia, a vista do mar e das montanhas junto às casinhas brancas é uma graça!

Na segunda manhã tínhamos planejado ir a uma das praias mais famosas de Ios, chamada Agia Theodoti, porém, como eu disse, o serviço de transporte público não é dos melhores, o trajeto é feito por mini van e tem horário, quando passou em nosso ponto já estava lotada. Mudanca de planos, esperamos por outro horário para irmos a outra praia, esta chamada Koumbara.

Adivinhem só, o trajeto é feito pela mesma mini van e motorista rs

No caminho, a mini van passa por outras praias e uma delas chamada Santa Maria, achei bem lindinha também, fica a dica.

Koumbara é linda, um visual diferente entre água e pedras, as águas não são claras e o mar não me agradou muito. Porém, a vista é bem bonita.

Tem um único restaurante, muito lindinho, o que permite almoçar com uma vista única em Ios. Os preços não são os melhores, aquela velha história né, lei da oferta e da  procura, sem concorrência no local, podem por o preço que querem.

Fora o restaurante não há outro lugares para alimentação. Então ta liberado levar água e comidinhas, lembrando, claro, de coletar seu lixo.

Ah! Tem espreguiçadeiras e guarda sol, para clientes.

Mais uma manhã em Ios, mais uma tentativa de ir na Agia Theodoti. Enquanto não dava o horário da van, aproveitamos a piscina.

Lá vem a mini van, finalmente conseguimos vaga (em pé, que medo). O trajeto percorre outro lado de Ios, sobe por montanhas, onde haviam cabrinhas pela estrada. Vista linda.

IMG_0636.jpg

Chegando a praia, também tinham espreguiçadeiras e guarda sol. 7 euros, duas espreguiçadeiras e a sombra.

A praia é um tanto deserta, pouquíssimas pessoas, até porque o acesso é mais complicadinho.

Água cristalina e uma mistura de tons de azul. Amei! Não deixem de ir em Theodoti.

Algumas noites saímos para as baladinhas gregas, mas sinceramente, nada se compara as baladas brasileiras. NADA DEMAIS! Talvez por ser fim de temporada, mas estavam vazias. São muitas e uma do lado da outra, a maioria não paga pra entrar, o que permite conhecer todas e escolher a que mais simpatizar. Além disso, shots a 1 euro e para mulheres, as vezes, até de graça!

MYKONOS

Saímos de Ios pela manhã rumo a Mykonos. Mais uma vez de ferry, porém menos horas de viagem, pouco mais de 2 horas.

No porto também nos aguardava um transfer de onde nos hospedamos, mais um beach club, o Paraga beach club que está em frente a praia Paranga.

IMG_0731.jpg

Brasileiro é aquela história né, se ouve português já diz Oi! Assim, conhecemos duas meninas, uma brasileira e uma espanhola. Depois que fizemos check-in fomos conhecer uma outra praia, a Psarou, que fica para a direita de Paranga.

O caminho até lá (praticamente uma reta) beira outras praias o que nos permitiu admirar Mykonos e fazer algumas fotos em diferentes pontos.

IMG_0681.jpg

Essas praias tem uns restaurantes mais chics, espreguiçadeiras e sombra também para os clientes ou quem queira pagar a parte o absurdo de 15 euros.

Psarou também é linda e águas cristalinas onde tivemos o privilegio de ver alguns cadurmes.

IMG_0702.jpg

A noite procuramos por baladinha, mas aquela mesma coisa, NADA DEMAIS! Tinha até uma rolando, bem chiczinha, mas quando chegamos fomos barrados no baile porque já estava cheio.

Fomos para Paradise, praia onde tem uns barzinhos com música, DJ.

Não me agradou, principalmente pelo fato de umas meninas loucas estarem dançando e se insinuando pra homens que trabalhavam no bar e estes por sua vez se aproveitaram da situação e inclusive rasgavam as blusas destas queridas meninas. Observei uma outra menina, lúcida, relamando com o segurança o que se passa e este CLARO, não fez NADA

Mas, não vim polemizar, voltemos ao que interessa..

Manhã seguinte aproveitamos a piscina e a Paranga. Pós almoço (em Mykonos sempre comemos dentro do beach club, onde tinha várias opções e comida boa), por volta de 16 horas seguimos para o lado esquerdo da Paranga, onde está a Paradise.

IMG_0733.jpg

Curtimos a praia e aproveitamos o bar chamado Guapa Loca. Eu ameeeeeei. Dançamos muito.

Destaque para o cara que fica ao microfone chamando a galera pra dança e dançando no  `palco`, um CARIOCA que logo percebeu que eu e minha colega éramos brasileiras e claro, estávamos em casa. O Funk carioca e o Reggeaton  estavam presentes e fomos sucesso na dança rs.

Ambiente muito bom, muito engraçado ver o esforço dos gringos e destaque para os coreanos tentando dançar musica latina. Estão de parabéns pela perseverança.

IMG_0757.jpg

Por volta de 20:00 horas rola um break, hora de ir tomar banho, comer e a seguir continuar a noitada. O objetivo era voltar pro Guapa Loca, mas o cansaço não deixou, na manhã seguinte era hora de deixar Mykonos.

Eu gostei muito mais de Mykonos que de Ios, como já tinha outros vôos planejados não pude ficar mais tempo, mas adoraria ter ficado mais. Já quero voltar!

Gostou?

Já esteve por lá? Deixa um comentário contando o que achou.

Quer me acompanhar em tempo real?

Segue @raquelsoule

 

Trilha Mirante do Caeté – Prainha Rio de Janeiro

2-1

O parque

O Parque Natural Municipal da Prainha está situado em frente à Prainha e é muito bem estruturado, composto por banheiros, ducha, bebedouro, parquinho para crianças, bastante área verde, podendo, quem sabe, realizar piquenique.

Foi criado à pedido dos surfistas e banhistas na intenção de que não houvesse a construção de condomínios e hotelaria na região.

DSC_0586

A Trilha

Nível: fácil
Tempo: no máximo 30 minutos

Aproximadamente 800 metros

É bem tranquila, sendo mais íngreme perto do fim. Durante a trilha é comum aparecer animais silvestres. Lembre-se que não se deve alimentar os animais.

prainha18

Ao final, o prêmio. Um lindo mirante de madeira com uma vista sensacional. Onde pode-se ver à esquerda  a Pedra da Gávea, praia da Barra, Reserva, Recreio e praia da Macumba e à direita tem-se o mar de Grumari/Guaratiba.

O ideal é chegar cedinho, já que depois de curtir o visual, nada melhor que dar um mergulho na praia, não é mesmo?

DSC_0610-01

 

Dicas

Protetor solar,

Repelente,

Tênis,

Alimentos leves,

Água,

Respeito à natureza.

 

Onde

Avenida Estado da Guanabara, s/nº – Estrada para Grumari
Horário de visitação do parque: 8 às 17hs (até às 18hs no verão)
Como chegar

A melhor opção é carro, pois não passa ônibus na estrada para Grumari.

Joga no waze que dá certo!

De ônibus é necessário ir até o Recreio e que passe no Pontal, onde tem que descer e seguir para Estrada que segue para Grumari. Na dúvida, se informa nos quiosques que não tem erro.

DSC_0597-01

 

 

5119311E aí gostaram? Já estiveram por lá? Conta para gente como foi!

Quer saber mais em tempo real?

Segue @raquelsoule

 

PS: Desculpem-me a ausência, mas por conta da greve a universidade estava uma correria.

 

Mirante do Pasmado Rio de Janeiro

Uma perspectiva diferente de ver Rio!

5352908.jpg

Sossegado e tranquilo, está localizado dentro do Parque Yitzhak Rabin em Botafogo. Um lugar pouco explorado por turistas e até mesmo por cariocas.

pasmado1.jpg

Proporciona uma vista única da Enseada de Botafogo, Pão de Açúcar e Corcovado.

A presença de gatinhos é muito comum, existem milhares espalhados por lá. Para fazer um lanche tem algumas barraquinhas que vendem refrigerantes, água, biscoitos.

Curiosidades:

As obras do Tunel do Pasmado se deram entre 1947 e 1953, quando foi inaugurado. Ligando então a Av. das Nações Unidas que vem do lado da enseada e Praia de Botafogo à Av. Lauro Sodré. Facilitando a o acesso à Copacabana. Neste pequeno trecho de Botafogo entre os dois túneis, fica o campo do Botafogo de Futebol e Regatas, que perdeu área desapropriada para a construção do mesmo tunel. No mesmo trecho fica também o Canecão, casa de espetáculos e o Shopping Rio Sul.

 

Como chegar:

O acesso ao Mirante do Pasmado se faz pela Rua General Severiano e não há ônibus que leve até lá, sendo necessário ir de carro ou pegar táxi. Subir caminhando é outra opção, apesar de não ser muito comum

DCIM106GOPRO

 

E aí gostaram da dica de hoje?

Já foi lá? Conta pra gente o que achou!

Para me acompanhar em tempo real é só me seguir no Instagram: @raquelsoule

 

 

PS: Não deixei a ideia do blog morrer. Mas eu, mera estudante de universidade pública, fui afetada pela maldita greve e por conta disso não estou de férias janeiro/fevereiro, então estou estudando durante a semana. Então, vai demorar um pouquinho mais para ter publicações no blog, mas vai ter! ^^

Bum bum bum: Exposição Castelo Rá-Tim-Bum

caste1_9chk

E ontem foi o dia que eu entrei no Castelo!

O Centro Cultural do Banco do Brasil (CCBB) nos presenteou com a linda exposição sobre o Castelo Rá-Tim-Bum

Para nós nascidos entre os anos de 80 e 90 é puro amor, não é mesmo? E até para os mais novos que viram as reprises na querida TV Cultura.

Snapchat-7913759210165306772

O Castelo Rá-Tim-Bum foi transmitido pela TV Cultura entre 1994-1997 sendo o programa de maior sucesso veiculado por uma emissora pública brasileira.

O programa interligou a narrativa lúdica a um projeto inovador e com caráter educativo. O diferencial era educar divertindo e divertir educando.

IMG_9421

 

Quem lembra da imensa árvore centenária que abrigava a famosa Celeste e que ficava no saguão do castelo?

DSC_0126

E o saudoso porteiro que ficava na entrada do Castelo e só permitia que a porta se abrisse após desvendarem seus enigmas a fim de adivinhar a senha e finalmente dizer “Klift Kloft Still, a porta se abriu!”

Snapchat-2038785558119380121Snapchat-4278953235766249827DSC_0127

Sem falar no relógio, na biblioteca com o bibliotecário Gato Pintado, nos cientistas Tíbio e Perônio do laboratório do Castelo, no monstro Mau e Godofredo que viviam pelos encanamentos do Castelo.

Aaaah e o Etevaldo, o Telekid, o Ratinho dedolândia fura bolo e o Dr. Abobrinha..

DSC_0140DSC_0129DSC_0159

A oficina do Tio Victor, a Sala de música, o quarto do Nino e o da Morgana, a Sala da Lareira, o Ninho, o Lustre a Cozinha e o Jardim eram muito famosos e estavam presentes nos episódios.

Instasize_1122234900

 

Até para quem não conhece e para a nova geração de crianças esse é um programa que vale a pena!

Leve seu filho, seu sobrinho, seu afilhado, sua criança interior. Porque aquele colorido, aquele paraíso infantil de diferentes formas que talvez só existisse na sua imaginação está lá exposto te esperando para te encantar!

 

Uma pausa para toda a fofura da minha afilhada:

IMG-20151122-WA0046-01DSC_0114

Gente, está tudo lindo! Não vou contar mais se não estraga a surpresa né?

Para saber e ver tem que ir!

A exposição estará disponível até 11/01/2016

Onde: R. Primeiro de Março, 66 – Centro, Rio de Janeiro – RJ, 20010-000
(21) 3808-2020

 

 

E aí? Curtiu? Já foi? Então deixa um comentário me contando!

Quer saber mais de mim em tempo real?

Instagram: @raquelsoule

10 dicas de lugares para conhecer no feriado

 

E aí galera?

Parece que esses dias a chuva deu uma trégua e São Pedro vai deixar a gente se deliciar com um pouquinho de sol né?

 

Se você ainda não sabe o que fazer no feriadão aí vai algumas dicas:

 

  • Praia da Joatinga

20140208_111853

Na minha opinião é uma das mais bonitas do Rio. Um paraíso quase secreto com um visual incrível.

Onde fica: Joá – Barra da Tijuca

O acesso se dá por um condomínio localizado na Estrada do Joá.

R. Sgt. José Silva, 3621 (dentro do condomínio)

 

  • Secreto

secreto1

Ali do ladinho da Praia da Macumba e da Prainha.

Apelidada de Secreto, mas secreto já não é. É uma formação de piscina natural que ficou famosa no último verão.

 

  • Prainha

89c35205-03fe-43a7-b918-ca6b97454403

A casa dos surfistas! Quer encontrar o seu? Vai pra lá!

hahaha, brincadeira, só pra descontrair 😛

A Prainha tem um visual lindo. Dá estrada você já começa se encantar com o encontro do mar e com as montanhas.

Onde fica: Av. Estado da Guanabara, 1102 – Recreio dos Bandeirantes, Rio de Janeiro – RJ

 

  • Praia do Abricó

Imagem022

A Praia do Abricó é uma praia de nudismo, como eu já havia mencionado aqui

É muito bonita, tem umas formações rochosas na areia e no mar, permitindo cliques irados!

Onde fica: entre a Prainha e a Praia de Grumari

Av. Estado da Guanabara, 1102 – Grumari, Rio de Janeiro – RJ

 

  • Praia de Grumari

Grumari

É uma praia tranquila e família.

A água é uma delicia e dá para ficar o dia todo lá.

Onde fica: Av. Estado da Guanabara, 1102 – Grumari, Rio de Janeiro – RJ

 

  • Mirante do Leblon

6

De lá se vê desde o Arpex até a Praia do Leblon.

Tem um quiosque onde você pode ficar numa das mesas tomando uma água de coco apreciando o visual.

 

  • Por do sol no Arpex

arpoador

Se for pra ver o por do sol vem pra cá! O Arpoador é irado! Você não vai se arrepender.

Ver o sol se pondo entre os Dois Irmãos é de tirar o fôlego!

 

  • Floresta da Tijuca

cascatinha-taunay2

Quer contato com natureza? Com o verde?

Na Floresta da Tijuca você pode fazer pique nique, trilhas e tomar banho de cachoeira!

 

  • MAR

museu-de-arte-do-rio.jpg

Museu de Arte do Rio.

É novo, tem poucos anos. O terraço é irado, é em formato de ondas e a vista é a Baia de Guanabara.

Fica localizado na Praça Mauá e como lá está em obras você além de ver as exposições do Museu ainda vai poder ver as  novidades da Praça Mauá.

Onde fica: Praça Mauá, 5 – Centro, Rio de Janeiro – RJ, 20081-240

 

  • CCBB

caste1_9chk

Vamos voltar para infância?

O Castelo Rá Tim Bum aterrizou no CCBB.

Confesso a vocês que essa exposição eu ainda não vi, mas to louca para ir.

Se for, me conta!

Onde fica: Endereço: R. Primeiro de Março, 66 – Centro, Rio de Janeiro – RJ, 20010-000

 

E aí curtiu?

Quer saber mais de mim em tempo real?

 

Então me segue no instagram: @raquelsoule

 

 

PS: qualquer dúvida de como chegar nesses lugares pode comentar aqui, me mandar um e-mail ou inbox no insta :*

Pão de Açúcar, um lugar para voltar sempre!

Localizado na Urca, o Pão de açúcar compõe um dos cartões postais mais lindo do Rio!

a

O complexo composto de Morro do Pão de Açúcar, Morro da Urca e Morro da Babilônia têm como principal atração o teleférico conhecido como Bondinho do Pão de Açúcar, interligando a Praia Vermelha ao Morro da Urca e o Morro da Urca ao Pão de Açúcar.

Ficou confuso? Dá play no vídeo e vem passear comigo 😉

Idealizado em 1908 e inaugurado em 1912, o Bondinho é parte integral da paisagem carioca. É o primeiro teleférico instalado no país e o terceiro do mundo. Acredite ou não, foi construído por operários brasileiros e portugueses que tiveram que escalar as montanhas e subir pelas florestas. E se você não sabe, o primeiro bondinho era de madeira, suspenso por 8 roldanas com capacidade para apenas 17 pessoas.  Que doido né.. ainda bem que progrediu bastante nesses 100 anos!

Vir ao Rio e não passar por lá é um pecado, ser carioca e nunca ter ido lá é pecado maior ainda! A vista é absurda de tão linda.

Lendas

Existe uma lenda que conta que pode-se ver no Pão de Açúcar a silhueta de um ancião chamado Guardião da Pedra, este seria São Pedro abraçando a pedra, e esta, representa a igreja.

Às 11 horas podemos avistar uma sombra na cavidade da pedra, formando a silhueta de um pássaro pernalta, chamado Íbis do Pão de Açúcar. Na mitologia egípcia há uma imagem da humanidade como um gigante deitado tendo aos pés, acorrentada, a Íbis, o pássaro sagrado do Egito.
Como o relevo carioca visto do oceano apresenta a silhueta de um gigante deitado – onde o queixo é a Pedra da Gávea, o tronco é o Maciço da Tijuca e o pé é o Pão de Açúcar – nasceu a versão de que egípcios teriam estado no Rio muito antes do nascimento de Cristo e se inspirado no gigante deitado das montanhas cariocas para conceber a sua imagem mitológica. Nesse caso, teriam sido os antigos egípcios os primeiros turistas vindos ao Brasil.

Será? rs

Origem do Nome

Existem várias versões, porém a mais contada é a seguinte:

Batizado assim pelos portugueses que cultivavam cana-de-açúcar no Brasil (século XVI e XVII). Após a cana ser espremida e o caldo fervido e apurado, os blocos de açúcar eram colocados em uma forma de barro cônica denominada pão de açúcar.
O penedo teve ao correr do tempo, cronologicamente, os seguintes nomes:
“Pau-nh-açuquã” da língua Tupi, significando “morro alto, isolado e pontudo”;

“Pot de beurre” dado pelos franceses invasores da primeira leva;

“Pão de Sucar” dado pelos primeiros colonizadores portugueses;

“Pot de Sucre” dado pelos franceses invasores da segunda leva.

E segundo a anterior ortografia da Língua Portuguesa, “Pão de Assucar”, pois é, era com ss.

O Passeio de Bondinho

Permite um visual 360º do Rio, podendo avistar as praias do Leme, Copacabana, Ipanema, Flamengo, Leblon; Pedra da Gávea, o maciço da Tijuca e o Corcovado, com a imagem do Cristo Redentor; Baía da Guanabara, com a enseada de Botafogo; centro da Cidade; Aeroporto Santos Dumont; Ilha do Governador; Niterói; Ponte Rio- Niterói; e, ao fundo a Serra do Mar, com o pico “Dedo de Deus”.

Mapa interativo                             Áreas do Parque

Quando ir

Se quiser caprichar na foto e não quiser esbarrar em muita gente, evite feriados e domingos, a final esse é um dos pontos turísticos mais visitados do Rio. Impossível não ter um gringo lá qualquer dia que seja.

Mas se você só pode ir um desses dias, vá bem cedinho e depois aproveite o dia pela Urca, tem bons restaurantes, barzinhos, lanchonetes. Ou estica um pouco e segue pra Copacabana, etc.

Comes e Bebes

Lá não faltam lanchonetes e lojinhas. Óbvio que a preço turístico né, mas tem Rei do Mate pra salvar a galera.
Se quiser um suquinho passa na República da Fruta, é excelente, eu amo s2!

Agora se você quer fazer o chiquê e desfrutar de um bom vinho com um cardápio mais refinado tem o Restaurante Cota 200.

Como chegar

Av. Pasteur, 520 – Urca
Joga no Waze que vai certinho, chegando na entrada da Praia Vermelha / IME é só procurar onde estacionar (fim de semana e feriado é complicado né).

Dá pra subir de bondinho ou de trilha até o Morro da Urca (vou contar no próximo post, fica ligado).  Se você for mais radical pode subir de rapel!

Já pro Pão de Açúcar só de bondinho. Compre seu ingresso no terminal da Praia Vermelha ou online.

Tarifas

Adultos – R$ 62,00
Crianças menores de 06 anos – Grátis
Crianças de 06 a 12 anos – R$ 31,00*
Jovens de 13 a 21 anos – R$ 31,00* (mediante documento de identidade)
*desconto não cumulativo

Idosos (a partir de 60 anos) – R$ 31,00 **

** Lembre de levar um comprovante. Por que infelizmente mesmo que você aparente ser idoso eles cobram a documentação. Presenciei a cara de pau de uma atendente exigindo o documento de uma senhorinha que tava na cara que já tinha passado dos 60, sendo que a mesma estava sem documentação e teve que pagar preço inteiro.

Meu olhar

Não tenho como descrever a sinestesia que sinto ao ir nesse lugar. É absurda a beleza do Rio, sendo possível admira-la em diferentes ângulos e horários.

Dá pra ver que eu gosto muito né? A final, a imagem de destaque do blog é uma foto com a vista lá de cima =)

A união hora-tempo faz com que seja uma caixinha de surpresa sua ida até lá.

Vale muito a pena!

Curtiu? Já foi lá? Deixa um comentário contando pra gente!

Quer saber mais das minhas andanças em tempo real?

Então segue no instagram @raquelsoule

PS:

Fala aí pessoal! Não esqueci do blog, é que o tempo no Rio não tem ajudado muito.

Mas o verão tá chegando e vamos ter muito do que falar! bjs :*