BARCELONA

E o que seria de Barcelona sem Gaudí?

Barcelona e arquitetura é como corpo e alma. Cada cantinho tem uma história e maioria delas leva o nome de Gaudí.

parque-guell-barcelona
Park Guell

Por onde começar?

Eu recomendo bookar free walking tour para duas manhãs. Numa manhã o tour que leva pelo lado “novo”da cidade, contando a historia de Gaudí e na outra manhã o tour pelo bairro gótico. Os free walking tours são ótimos, pois além de conhecer a cidade, voce conhece a historia. Viajar não é só tirar fotinho pro instagram, né queridos?

Eu fiz com a seguinte empresa: http://freewalkingtoursbarcelona.com/en/ (claro que voce encontra outras no Google e pode ver a que melhor se encaixa com seu tempo de estadia e vontade).

 

Os ingessos para as principais atrações de Barcelona não são tão baratos, mas, na minha opinião, também não são absurdos, se voce gosta de arte e de um mundo lúdico, vai valer a pena.

Alem disso, é importante comprar os ingressos antes, as filas são sempre grandes e pode correr o risco de na hora estar esgotado. Procure sempre comprar pelo site oficial.

IMG_2004.jpg

 

 

Sagrada Família

Casa Batló

Pedrera (Casa Milla)

Park Guell

 

Dica para chegar ao Park Guell, procure a Avenida del Santuari de Sant Josep de la Muntanya,  essa rua tem escadas rolantes,  facilitará muito sua chegada ao parque, ainda mais para pessoas com mais idade.

Eu recomendo muito a ida ao Park Guell, eu amei, é lindo, conectado com a natureza e arquitetura surpreende (Gaudí sempre né?). E das atrações citadas acima é o que tem preço mais acessível (7 eur/2016). A Sagrada Família é de arrebatar o coracao e só de ver por fora já vale a pena, mas se você entrar, vai ver que é tão lindo quanto, muitos detalhes.

 

Essas são as “principais atrações” pagáveis de Barcelona. Além disso, você não pode deixar de caminhar pelas Ramblas. E claro, conhecer o campo do Barcelona e ter a experiência camp nou também é uma boa opção pra incluir no roteiro.

Como passeios alternativos para conhecer além do óbvio, voce ainda pode ir ao Bunkers del Carmel (um dos mirantes da cidade), Laberinto de Horta  (jardim em labirinto onde foi gravado o filme O Perfume) e Montjuic (uma “cidade na montanha”)

Snapseed.jpg

Outra dia boa é que do lado da Casa Batló tem a Casa Amatller e dentro tem um café muito gracinha e uma lojinha que vende chocolate artesanal.

 

img_2329

 

Para chegar em Montjuic você pode ir caminhando desde a estação de metrô Plaza España e subir pelas escadarias do Museu Nacional de Arte da Catalunya ou pode ir de funicular desde a estação de metrô Para.lel e, em seguida, subir andando ou de teleférico (uma outra forma de conhecer Barcelona do alto).

Em Montjuic, ainda pode-se conhecer o museu citado acima, o castelo de Montjuic, as famosas piscinas das Olimpiadas de 1992, Jardim botânico, Fundacao Joan Miró e experiencia camp nou no estádio de Montjuic.

IMG_2242.jpg
Plaza España, acesso a Montjuic

 

IMG_2312.jpg
Camp Nou
IMG_2200.jpg
Bunkers

 

Além desses pontos, ainda tem o Arco do Triunfo, a Igreja de Santa Maria do Mar, a Igreja Santa Maria del Pi, Museu casa de Gaudí, Palácio da Música Catalã e alguns outros pontos.

 

Como se locomover em Barcelona? Metrô e quando possível a pé. A melhor opção de bilhetes do metrô é o T10 (10 viagens por 9,95 euros).

 

Esse post é mais “apresentativo” e para compartilhar com vocês minhas andanças. Tem um site chamado PassaporteBCN que tem muitas informações e dicas boas sobre Barcelona, indico muito! Mas, o que precisarem e eu puder ajudar estou a disposição, só entrar em contato 😉

 

Quer me acompanhar em tempo real?

Segue @raquelsoule

Conexão Rio – Grécia: Atenas

Quem é vivo sempre aparece e eu tô vivinha para contar novidades por aqui e dar novas dicas.

Estava sumida devido a necessidade de resolver coisas grandes, peguei uma ponte aérea e me mudei do Rio para Valencia (Espanha), vim fazer intercâmbio e agora que estou aqui, o blog terá também dicas européias =)

So, here we go..

IMG_0425.jpg

 

Estou simplesmente encantada com os lugares que conheci passei por três países em 18 dias, Croácia, Grécia e Espanha, dentre os quais conheci diferentes cidades.

Começarei falando da Grécia, onde fui para Atenas e para as ilhas de Ios e Mykonos.

A Grécia era um sonho que eu tinha e continua sendo pois ainda tem outras ilhas que desejo conhecer, como Santorini, Zakyntos e Creta. Entretanto, fiquei um pouco decepcionada, talvez porque a expectativa era muito grande e porque antes de ir para Grécia fui para Croácia, que superou todas as expectativas e é simplesmente I N C R Í V E L !

ATENAS

Capital da Grécia, centro de tudo, é onde se encontra toda a mitologia grega.

Saímos do aeroporto e compramos um ticket de metro (10 eur) que nos levaria até o centro, onde está situado hostel (Zeus) que ficamos.  Foram uns 40 minutos até lá.

Pela internet “bookamos” um FREE walking tour (jogue no Google) que sairia as 09:45 do dia seguinte perto do Templo de Zeus.  Além de ser gratuito, você ainda pode escolher entre Espanhol ou Inglês.

 

Chegamos ao ponto de encontro e lá estava o guia, anotou nossos nomes e pouco depois iniciamos  tour. Em grupo passamos por diversos pontos como: Templo de Zeus, Parlamento grego, Museu arqueolóogico de Atenas, …, até chegar ao topo onde está a Acrópoles.

img_0459
Museu
img_0463
Estádio
img_0453
Catedral

img_0406img_0405img_0404

img_0392
Museu

Em cada ponto o guia parava e explicava um pouco da história de cada lugar.

Diante do Parlamento se pode ainda tirar fotos com os guardas, os chamados Evzones

img_0449

Também foi interessante saber que na Grécia o governo cuida dos cães que aparecem pelas ruas, eles cuidam dos animais, os tratam e colocam coleiras com identificação.

Ao fim, quem quis, pode dar uma gorjeta para o guia, por sinal muito simpático e seguir passeio dentro da Acrópoles, etc.

A tecnologia nos permitiu contabilizar no telefone o quanto andamos neste dia e foram 27 km (o dia todo do qual a maior parte foi sim a Acrópoles, pois saímos de lá umas 20:00)

Para entrar nos pontos turísticos deve-se comprar um ticket na bilheteria da Acrópoles.

O valor para o ticket que dá direito a entrada em tudo é 30 eur.

Estudantes pagam 15 eur. Estudantes europeus não pagam nada.

E com certeza existe valores reduzidos ou gratuitos para determinadas idades e outros.

Além disso, esse ticket vale por 5 dias, o que permite conhecer tudo com calma já que é bem grande e também nos da o conforto de sair para almoçar.

 

img_0424

Estar dentro da Acrópoles, diante dos templos e perto de toda a história que se passou por ali é fascinante.  Como não ficar deslumbrada nesse lugar?

São construções grandiosas que nos remetem aos anos em que tudo se passou.

De lá se tem uma vista única de Atenas e ver o por do sol lá de cima também é algo incomparável.

img_0470img_0438

 

É bom estar com sapatos confortáveis e roupas adequadas à temperatura do dia, se alimentar bem e beber bastante água.

 

Atenas é o lugar mais barato dos quais conheci na Grécia, o centro da cidade não é nada bonito e de noite até um pouco estranho, por ruas escuras e pouco movimentadas, o movimento fica mesmo cerca da Acrópoles e estação de metrô.

Foi o melhor lugar para comprar souvenir, preços bons e muitas variedades.

Tem uma rua chamada “Adriano” que conta com muitas lojas dentre souvenir, roupas e comida.

 

Comer em Atenas é bem barato. E o que mais se vê é um prato chamado pitagyros, como se fosse um kebab, além desse também é comum ver outro prato, como se fosse nosso churrasquinho misto, que vem com variadas carnes, frango e pão.

img_0679

Em todos os restaurantes que fui os atendentes foram muito bem educados e se preocuparam se tudo estava nos conformes e ao agrado do cliente, além disso, sempre serviam uma jarra de água gelada gratuitamente.

 

 

O planejado para o segundo dia seria conhecer o museu por dentro, entretanto, adiantamos nosso ferry para Ios e, por isso, não deu tempo.

Para não ficar cansativo, vou dividir a Grécia em dois posts e no próximo post contarei todos os detalhes de Ios e Mykonos para vocês.

 

Gostou?

Para me acompanhar em  tempo real, segue @raquelsoule

Já esteve por lá? Conta aqui como foi!

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Búzios

mapa_buzios

Dessa vez decidimos ir para Búzios de um jeito diferente. Tentando fugir do lado de Geribá para enxergar as outras belezas de um dos lugares mais lindos da Região dos Lagos.

Preparei um vídeo bem curtinho para vocês mergulharem comigo.
No vídeo tem filmagens do visual das praias da Foca, Azeda/Azedinha e Ferradura.

Dá o play:

João Fernandes

DCIM105GOPRO
praia de joão fernandez66 DSC_1140

Esse visual de tirar o fôlego se divide entre a praia de João Fernandes e João Fernandinho.
O mar é calmo mas a praia é bem badalada, com quiosques de ponta a ponta nos quais não se paga pelo uso de cadeira e guarda sol desde que se faça alguma consumação, seja uma água de coco ou até mesmo um banquete.
Devido o mar ser calmo é uma ótima opção para quem vai com crianças.

Azeda & Azedinha
escada-da-azeda-0121 074043970-G

Instasize_0802234550

Até dá para chegar lá de carro, mas em dias de muito movimento é melhor deixar o carro na Praça dos Ossos e ir caminhando, não sei se pode chamar essa caminhada de trilha já que não tem dificuldade alguma. De frente para a Praia dos Ossos é só seguir pela direita até o final, tem uma leve ladeira que leva até a escadaria.
E por falar na escadaria.. Que linda né? E a paisagem? Sensacional. Rende lindos clicks!

O mar também é calmo e também tem serviço com cadeiras e guarda sol.
Caminhando até o final da Azeda chega-se à Azedinha, onde não há serviço de cadeiras e guarda sol mas tem comércio.

Na direita tem uma encosta de pedra que de cima permite visualizar toda a extensão da praia.  É de cair de amores.

Ferradura & Ferradurinha

ferradura_slide thumb.slider.fotoSlider3

1766 1743

Quase que um círculo, a Ferradura também é linda.
Caminhando até o final tem essas pedras naturais lindas e através de uma encosta de pedra chega-se à Ferradurinha.
Também é bem movimentada e conta com comércio além de aluguel de SUP.

Foca

065410398-G

IMG-20150802-WA0003

Estonteante! Essa é a palavra.
Não é uma praia comum. Não vale para passar o dia, bronzear, almoçar, aliás, não conta com comércio.
Pode-se dizer que são piscinas entre as pedras e por isso é necessário muito cuidado. Linda para tirar fotos e apreciar a paisagem.
Dá para subir pelas pedras e ver o visual lá de cima, de lá pode-se ver a Praia do Forno à esquerda.
Amei de mais passar por aqui.

Forno & Brava

rj-armacao-dos-buzios-praia-do-forno-010Praia Brava Buzios_440x200

Ficam pertinho da Praia da Foca.
No forno tem comércio e aluguel de SUP.
A praia Brava também conta com comércio e é lá que fica o Silk Beach Club.
No Silk pode-se passar o dia ou ficar hospedado no Brava Club.

PS: imagens da internet, não tirei muitas fotos lá.

Rasa

18031801

Dessa vez não fui à Rasa, mas vale por aqui.
Ela tem ondas, sua extensão é bem grande.
Não acredito que o visual seja de tirar o fôlego, mas pra quem gosta de praia, tudo vale a pena.

Orla Bardot 

1744

DSC_1166

Aqui é o centro.
Não ir à Rua das Pedras e passear pela Orla Bardot à noite é quase que um pecado.
Vale tudo, almoçar, jantar, ir para balada, fazer comprinhas.

Mirantes

DSC_1170-01

Além das praias, Búzios conta com vários mirantes.
Há dois perto da Praia Brava, tem outros dois perto de  João Fernandes.
Vale a pena conferir!

Gostou?
Quer saber mais e me acompanhar em tempo real?
Segue lá no Instagram ;D